01

A Itália tem uma tradição de mais de quatro séculos de ópera, tendo sido o berço da arte do canto lírico. Em função disso, existem muitas casas de ópera históricas espalhadas pelo país, onde são apresentadas não só óperas como peças de teatro, ballets e concertos de música erudita.A temporada de ópera na Itália é de outubro a março, e os bilhetes devem sempre ser comprados com antecedência. Fora da temporada, durante o Verão, realizam-se apresentações ao ar livre. 

02

Em Roma, muitas vezes a música fica esquecida em função dos grandes monumentos, como o Coliseu e o Vaticano. No entanto, ir à ópera é uma ótima oportunidade de se deixar envolver pela cultura italiana e fugir do circuito de turismo mais convencional. Os bilhetes não costumam ser muito baratos, mas podem ser um bom investimento na formação cultural de qualquer pessoa que valorize as artes clássicas. A principal casa de ópera em Roma é o Teatro Dell’Opera, que tem a sua própria companhia de artistas, mas há também outras companhias, como a orquestra I Virtuosi dell’opera di Roma, que, além de encenar grandes óperas, dá concertos de música clássica, e a Opera Omnia que se distingue por se apresentar em lugares variados e icônicos da cidade.

03