01.jpg

Sueli Lopes, 60 anos, já viajou muitas vezes, mas todas na companhia do filho. Em abril deste ano, ela “tomou coragem” e resolveu fazer um intercâmbio de 14 dias em Florença, Itália. Desta vez ela foi sozinha, com o objetivo de fazer amigos e se socializar com pessoas do mundo inteiro. Inspire-se com o depoimento de Sueli: “Sempre viajei, mas nunca sozinha. Este ano, tomei coragem, resolvi fazer as malas e ir estudar na Itália. A decisão foi tomada de repente. A princípio pensei em Londres, mas com o auxílio do ICCE, acabei decidindo conhecer Florença. O processo foi todo muito rápido. Em uma semana estava embarcando para a Itália. Confesso que no início fiquei com muito medo de ir por conta própria, mas valeu a pena”, conta Sueli.

Fachada da casa onde Sueli ficou hospedada

Fachada da casa onde Sueli ficou hospedada

 A Scuola Leonardo da Vinci  e o curso La Dolce Vita foram as escolhas de Sueli. Sua turma era pequena, apenas 9 alunos, mas ela fez amigos de diversas localidades. “ Meu principal objetivo não era aprender a língua italiana – pela curta duração da viagem, apenas 14 dias, e por não falar nada de italiano, sabia que não conseguiria aprender muito – o que eu queria mesmo era fazer amigos e me socializar. No curso conheci adolescentes e também pessoas de 80 anos, dois casais da Dinamarca, uma moça espanhola, gente do Equador, da Suíça e uma menina chinesa, de 14 anos. Tenho mantido contato com meus novos amigos através de e-mails e redes sociais e usamos o inglês para nos comunicar”.

O que mais impressionou Sueli foi a beleza natural do país e a receptividade do povo italiano. “Florença é uma cidade belíssima e muito limpa! Tenho muita vontade de voltar. A simpatia italiana também me chamou a atenção. Foram todos muito solícitos, sempre tentando me ajudar quando precisei. Quando os italianos entram nas caffetterias, fazem questão de cumprimentar a todos que já estão no local com um sonoro buon giorno!”.

Sueli ficou hospedada em uma casa de família muito bem localizada, perto da Ponte Vecchio, então pôde fazer vários passeios, sozinha, pela região. “Me perdi algumas vezes, entrava em ruas novas, pedia  informação aos habitantes locais, usava gestos para me comunicar (risos). Esta foi uma ótima forma de conhecer bem a cidade, que estava lotada por causa da grande festa de Páscoa que aconteceu quando estava lá e que reuniu pessoas de diversas nacionalidades”.

Vista do Rio Arno

Vista do Rio Arno

 Esta, com certeza foi uma experiência inesquecível para Sueli. “A culinária italiana, a história do país, os museus, os passeios às vinícolas, o povo italiano, as novas amizades que fiz, tudo isto me marcou bastante. A experiência também me ajudou a vencer o medo que eu tinha de viajar sozinha e me mostrou o quão corajosa posso ser”.

Sueli e a nova amiga Fina, estudante de Ibiza

Sueli e a nova amiga Fina, estudante de Ibiza

 Sueli também ficou bastante satisfeita com o ICCE e com certeza vai recomendá-lo aos amigos. “Adorei o ICCE e já estou me programando para fazer outro intercâmbio através deles. Desta vez acho que vou para Roma”.


Para saber sobre os nossos cursos de italiano em Florença, fale com o ICCE!