Paris3.jpg

“Deixem-nos ler e deixem-nos dançar - dois divertimentos que nunca farão mal ao mundo” era o que clamava Voltaire, historiador e filósofo francês, entusiasta das artes performativas, no século XVIII.

Hoje, 29 de abril, é celebrado pelo mundo inteiro o Dia Internacional da Dança. Este ano, o dia será marcado por uma apresentação no hall da UNESCO em Paris, em homenagem ao dançarino e coreógrafo Mourad Merzouki, cujo trabalho foca em hip hop e em dança contemporânea, e tem inspiração em artes marciais e em circo. É dele a mensagem anual do Dia Internacional da Dança este ano.

Paris2.jpg

A importância de haver um dia dedicado à dança deve-se à necessidade de sensibilizar as pessoas sobre uma forma de arte que nos obriga a partilhar o tempo e o espaço com os outros e que transpõe as barreiras culturais, unindo as pessoas através de uma linguagem corporal sem fronteiras.

Centenas de eventos ao redor do mundo marcam o Dia Internacional da Dança e podem ser consultados aqui, por cidade. À parte os eventos oficiais, e para dançar em qualquer época do ano, há uma série de bares e cafés em Paris, que, sob variados estilos musicais, promovem a dança mais informalmente.   

Paris6.jpg

Música eletrônica francesa, hip hop americano, rap francês, rock alternativo, indie, punk: são muitas as opções, e os recintos vão desde os mais sofisticados aos mais despretensiosos para dançar em Paris. É sem dúvida uma maneira excêntrica de conhecer a cidade-luz: dançando!

Para saber sobre os cursos de francês em Paris, fale com o ICCE!