Turim4.jpg

Turim é uma cidade culturalmente muito rica, não só pela sua história mas também pelos muitos museus que há na cidade. Entre eles, o segundo museu mais importante do mundo de peças egípcias, uma parada obrigatória e que dificilmente não encanta os visitantes.

Turim6.jpg

É possível comprar um passe livre para visitar mais de 130 museus, residências reais, jardins e fortes, coleções permanentes e mostras temporárias não só na cidade como em toda a região de Piemonte. Além do museu que abriga as peças egípcias, a cidade conta com dezenas de museus de arte renascentista italiana, arte nórdica do século XV ao século XVIII, arte contemporânea, de cinema, e muitas outras coleções, além das residências reais.

Uma das maiores atrações de Turim é o Santo Sudário, o lençol de linho com o qual o corpo de Jesus teria sido envolvido aquando da sua morte e que mostra a imagem de um homem que aparentemente sofreu traumatismos físicos de maneira consistente com a crucificação.

Turim não só é uma capital barroca como também um belo local para caminhar milhas e milhas de calçadas delimitadas por colunatas, e desfrutar do café e chocolate gourmet, lojas luxuosas, design de automóveis de ponta, e da alta culinária.

Turim1.JPG

O verdadeiro fascínio de Turim é que apesar dos muitos suntuosos museus e palácios, a cidade nunca está cheia de turistas, o que faz dela o lugar ideal para imergir na cultura italiana, em um curso de algumas semanas, e voltar falando italiano fluentemente.

Turim8.jpg
Turim5.jpg